Indicadores de Resultados

 

 

O Instituto Mãe Terra, em parceria com o poder público, iniciativa privada e outras organizações não governamentais, já desenvolveu inúmeros projetos/programas em suas linhas de atuação. Com referência nos últimos 03 anos de atividades, é possível destacar os seguintes impactos sociais provocados por dois grandes projetos:

 

1) AVANTE JUVENTUDE PATAXÓ: Formação Social e Qualificação Profissional de Jovens Indígenas da Etnia Pataxó do Território de Identidade do Extremo Sul da Bahia (PETROBRÁS)

 

IMPACTO SOCIAL EM NÚMEROS - 2014-2015:

 

  • 02 Municípios contemplados;

  • 12 Aldeias beneficiadas;

  • 23 Instituições envolvidas;

  • Pesquisa social com 485 jovens;

  • 489 jovens participantes;

  • 320 horas de formação social em 15 disciplinas;

  • 240 horas de qualificação profissional;

  • 09 Cursos de capacitação;

  • 360 jovens certificados;

  • 47 Educadores sociais envolvidos;

  • 26 Instrutores de curso;

  • Geração de Ocupação e Renda a mais de 100 pessoas;

  • Análise da potabilidade da água em 11 Aldeias;

  • Ação social em saúde em 03 Aldeias;

  • Educação ambiental em 12 escolas;

  • Fortalecimento de 11 Associações;

  • Intercâmbio de cultura e esporte em 03 Aldeias;

  • Participação de jovens em 10 grandes eventos, dentre outros.

 

 

 

2) DIÁLOGO ATIVO VERACEL: consultoria e assessoria às atividades de implementação, aperfeiçoamento, consolidação e monitoramento da ação socioambiental da Veracel Celulose S.A. em 136 comunidades do sul e extremo sul da Bahia (VERACEL CELULOSE S.A)

 

IMPACTO SOCIAL EM NÚMEROS - 2013-2015:

 

  • Realização de atividades multidisciplinares no âmbito do Programa “Ação e Cidadania” (A&C – Pré) em 39 comunidades (2013-2015);

  • Monitoramento e Avaliação dos impactos negativos e positivos junto a 19 comunidades – A&C - Pós (2013-2015);

  • Levantamento de Inventário Social junto à 81 (oitenta e uma) comunidades;

  • Recrutamento e Seleção de Jovens para atuarem como Agentes de Desenvolvimento Comunitário (ADC) em 46 comunidades com a formação integral de 28 Agentes em 2014;

  • Recrutamento e Seleção de Jovens para atuarem como Agentes de Desenvolvimento Comunitário (ADC) em 24 comunidades com a formação básica de 15 Agentes em 2015;

  • Fortalecimento de 17 Associações Rurais por meio da realização da 1ª turma do Curso de Gestão Empreendedora para o Associativismo (2015) – 15 concluintes;

  • Recrutamento e Seleção de Jovens para atuarem como Agentes de Desenvolvimento Comunitário (ADC) em 07 Comunidades da área de influência do TMB e Rota da Barcaça – 132 inscritos;

  • 23 Planos de Ação aplicados sob a supervisão do IMT pelos Agentes de Desenvolvimento Comunitário (ADC) com a “análise da potabilidade da água para o consumo humano” através da parceria com a Faculdade de Ciências Médicas da Bahia – FCMBA;

  • Fortalecimento do diálogo em 03 (três) comunidades por meio da verificação de possíveis impactos gerados pela atividade do Terminal Marítimo de Belmonte (TMB) e escuta das demandas de mitigação e melhorias do processo das atividades de logística (transporte marítimo da celulose).

 

IMPACTO SOCIAL EM NÚMEROS - 2016:

 

  • 13 (treze) municípios envolvidos em atividades de diálogo com a empresa: Alcobaça, Belmonte, Canavieiras, Caravelas, Eunápolis, Guaratinga, Itabela,  Itagimirim, Mascote, Nova Viçoza, Porto Seguro, Prado e Santa Cruz Cabrália;

  • Realização de atividades multidisciplinares no âmbito do Programa “Ação e Cidadania” (A&C – Pré) em 12 (doze) comunidades;

  • Monitoramento e Avaliação dos impactos negativos e positivos junto a 01 comunidade – A&C - Pós;

  • Realização de atividades de educação ambiental no âmbito do Programa de Educação Ambiental da EVC (A&C – Ambiental) em 11 (onze) comunidades;

  • Levantamento de Inventário Social junto a 02 (duas) comunidades;

  • Realização de Pesquisa em Profundidade da Avaliação de Comunicação Externa da Veracel Celulose S.A em 53 (cinquenta e três) comunidades;

  • Recrutamento e Seleção de Jovens para atuarem como Agentes de Desenvolvimento Comunitário (ADC) em 06 comunidades costeiras/pesqueiras e em 14 rurais (repescagem), com a formação (3ª, 4ª e 5ª turmas) de 51 (cinquenta e um) Agentes;

  • Fortalecimento de 14 Associações Rurais por meio da realização da 2ª turma do Curso de Gestão Empreendedora para o Associativismo, com 14 (quatorze) concluintes;

  • Fortalecimento de 18 Associações Tradicionais de Pesca e 02 Rurais (Binhas e Buraco do Bicho) por meio de atendimento direto/prestação de serviços;

  • A estratégia de fortalecimento institucional de associações contemplou: 35 visitas de gabinete, 65 visitas in loco a comunidades e 348 pessoas envolvidas em atividades de escuta/orientação, com um investimento de R$49.455,51 em multas, taxas e custas judiciais e cartorárias.

Todos os direitos reservados para Instituto Mãe Terra © 2016 / Rua do Sombreiro / 09- Tabapiri / Porto Seguro - Bahia

(73) 3268-5447  / CNPJ: 10.341.392/0001-06